UX Writing e Contexto

Contexto é matéria-prima no UX Writing

Escrever pensando no contexto onde o usuário está inserido é a maneira mais eficiente para acertar o tom da mensagem e proporcionar uma ótima experiência nas interações digitais.

 

Por Magerson Bilibio
Consultor em UX Writing e Diretor da Feed Consultoria

 

Os textos em uma interface servem a um objetivo: pode ser uma mensagem de sucesso, uma orientação de preenchimento, uma saudação de boas vindas ou a palavra que fará o usuário clicar num botão. Para que este objetivo seja atingido, antes de escrever a primeira palavra, devemos pensar em qual contexto nosso usuário se encontra. É este contexto que irá ditar a escolha das palavras e o tom do texto.

Podemos dizer que a percepção do contexto é um produto do fluxo de interações e diálogos entre a interface e o usuário que o UX Writer deve estabelecer no início do processo de criação. O fluxo permite identificar todos os pontos de interação e a necessidade de utilizar o microtexto para explicar processos, retornar mensagens após uma ação e eliminar possíveis elementos de fricção na experiência. Este também é o momento de estabelecer o contexto onde cada mensagem estará inserida.

Como utilizar o contexto para ser mais assertivo no microtexto

Coloque-se no lugar do usuário e você terá um retrato mais preciso do contexto. Por exemplo: se o usuário está numa tela com o formulário da ouvidoria, seu contexto está longe de ser agradável. Quem procura a ouvidoria de uma empresa quer fazer algum tipo de reclamação e certamente está um tanto quanto irritado. Este não é o momento de usar humor nos textos ou mesmo tentar vender um produto ou serviço. A mensagem deve ser de acolhimento e transmitir a certeza de que a reclamação será ouvida e resolvida o mais breve possível. Ao perceber este contexto temos o caminho do tom que o texto deve seguir e as palavras que devemos utilizar.

Outros exemplos:

  • No processo de pagamento num site de e-commerce, o contexto do usuário é um só: passar pelo processo o mais rápido possível e, de preferência, sem ter nenhum contratempo. Portanto, não é a hora de oferecer novos produtos ou falar de promoções.

  • Ao finalizar um formulário de cadastro, o usuário deseja receber uma mensagem de sucesso e alguma informação do que deve fazer a seguir. Seu contexto é de expectativa pelo sucesso do processo e de início de um maior relacionamento com o serviço ou produto. Estes são os pontos aos quais a mensagem de sucesso deve ser direcionada.

  • Se o usuário teve um problema com alguma ação como clicar no botão errado ou preencher um campo de maneira incorreta, é necessário ter uma mensagem de erro. Ela deve ser escrita com a preocupação de nunca colocar a responsabilidade pelo erro nas mãos dos usuário, informar corretamente qual foi o erro e apontar formas de corrigi-lo. O contexto é de compreensão e ajuda. Não é hora para fazer piada ou escrever mensagens genéricas que não auxiliam o usuário a corrigir o erro.

Como podemos ver, entender o contexto não é uma tarefa complicada e sua correta utilização é um fator importante para proporcionar uma ótima experiência ao usuário. Claro que a percepção do contexto sozinha não resolve nada. Ela deve ser utilizada em conjunto com os outros elementos que temos a nossa disposição: saber a persona para a qual estamos falando, saber qual a voz da marca e, claro, os tons que podemos utilizar.

O contexto conversa diretamente com o tom do texto, pois somente após sua correta percepção é possível o texto adquirir o tom mais adequado.

 

Vamos conversar mais sobre UX Writing?
Em setembro de 2020 eu e meu sócio, Charlley Luz, estaremos ministrando o curso “UX Writing: da Experiência ao Conteúdo” na ESPM em São Paulo – Inscreva-se

Conheça nossos produtos de UX Writing

Tags:, , , , , , , ,