Design de interação também interessa à UX Writing

UX WRITING = REDAÇÃO e COMUNICAÇÃO + ARQUITETURA DA INFORMAÇÃO + DESIGN DE INTERAÇÃO.

Já pensou nesta fórmula? Nos estudos que tenho feito para minha nova publicação (olha o spoiler), pude observar que a UX WRITING (UXW) herda, dentro da atual estrutura da indústria tecnológica, alguns fundamentos que sempre existiram nela mesma. Isso é importante para indicar para quem está chegando, que as coisas tem um fundamento, e que nada é muito novo, mas sim aplicado de outras formas.

Recentemente fiz um uma participação no UX Writing Day promovido pelo Edu Agni e pela Mergo, onde abordei a herança que a arquitetura da informação fornece para a área. No entanto, pude observar que a arquitetura da informação não age sozinha neste sentido.

Obviamente que o principal fundamento da UXW é a comunicação e a redação. Em todas as suas adaptações e variantes, seja o design conversacional, seja a roteirização de conteúdo, a microcopying. Mas além disso, arquitetura da informação, por ser meu campo de estudo acadêmico, sempre esteve colocada como fundamento para a área em meus estudos.

Mas tenho observado fortemente a importância do Design de Interação (IxD) no trabalho diário da pessoa UX Writer. O design de interação, é capaz de estruturar a relação que o usuário vai ter com a sua tarefa, com atividade que ele vai precisar desempenhar nos ambientes e produtos digitais. Essa estrutura então, passa ser composta pela redação, arquitetura da informação e design de interação:

diagrama dos fundamentos da ux writing com arquitetura da informação, redação e design de interação

Design de interação é responsável por determinar os fluxos que usuário precisa realizar na execução da sua tarefa para solucionar seu problema por meio daquele produto digital. A ideia principal, segundo Alan Cooper, fundador da disciplina, é o design do comportamento do usuário. Assim, quando pensamos na UXW de um produto digital, precisamos ter em mente as técnicas que compõem a redação digital, a arquitetura do informação e também o design de interação.

Pra que tudo isso? Todo dia novas pessoas decidem migrar de carreira, e o campo do conteúdo digital cada vez mais acolhe profissionais, que não são programadores, dentro da indústria de tecnologia. Saber que as técnicas, metodologias, e ferramentas do campo vêm dessas três disciplinas ajudam a compor uma régua de desenvolvimento pessoal. É como digo aos alunos, é saber para que lado correr quando precisa solucionar algo no projeto. Neste texto Fluxos são os roteiros do UX Writing meu companheiro de curso, o Magerson aborda de forma divina esta relação.

Logo, para quem quer se fortalecer na área ou migrar, é possível complementar a formação de profissional digital trazendo esses elementos de estudo e transformando em competências aplicadas.

Por isso criamos a capacitação Combo de UX Writing junto à ESPM. E abordamos especificamente os papéis da IxD em nosso curso Fluxos e Cenários. Quem puder, teremos a oportunidade de conversar sobre esse framework de fluxos e cenários, que são os fundamentos do design de interação (IxD), em nosso próximo curso na ESPM dias 08, 09 E 10/06 de 2022.

Tags:, , ,